terça-feira, 10 de outubro de 2017

O 5º capítulo do meu futuro romance - texto não corrigido

Júlia estacionou bem ao lado da praça do artesanato, visualizou Maya a distância e sentiu que o compasso de seus passos prenunciava um reencontro radical com a vida. Júlia de Colete preto e camisas brancas, calsas pretas ampliavam os passos para sentir o batimento cardíaco de Maya.

Quando Júlia fez-se a areia do marvigiado por BDwarth online através de sua motorizada, que chegara ao local cinco minutos antes, começou a rever os passos de Maya e cada movimento da adolescente deixava cair uma letra; a primeira foi E e a segunda N, numa sequência encontra-me no barco do fundo. Lá conversaram de costas viradas uma da outra. 

Sem comentários:

Enviar um comentário