quarta-feira, 22 de março de 2017

PALAVRAS ENTRE PALAVRAS



É preciso saber ouvir mais com o
coração do que com os ouvidos.
O coração possui canais auditivos 
bem mais sensíveis e dispostos a 
ouvir e entender.
É preciso saber ouvir as palavras 
entreditas, mais do que as que foram 
claramente ditas.
Ouvir as palavras que restam na 
penumbra.
Ouvir não só os lábios, mas os 
olhos, os gestos, os passos - que 
falam muito, e falam sempre.
Bem-aventurados são os que não 
ouvem só com os ouvidos.
Bem-aventurados são os que podem 
contar com quem não tem só ouvidos para ouvir.

AMO-TE

Sem comentários:

Enviar um comentário